Quanto vale estar em primeiro lugar no Google?

90% do mercado de pesquisas na Europa é controlado pelo Google. Isto tem gerado muita polémica e acusações de monopólio mas a realidade é que esta é a situação actual. Isto significa que o Google é a porta de entrada para a maioria do potencial tráfego para os nossos sites.

Muitas pessoas me pedem ajuda para que o seu site apareça no Google para determinados termos e isso não é tão linear como se possa pensar. O Google tem uma fórmula secreta que está em constante alteração para apresentar aquilo que acredita ser os melhores resultados (ou para os manipular, caso acreditem nas teorias de conspiração).

É impossível garantir primeiro, segundo, décimo lugar no Google mas existem práticas que te podem ajudar. Para simplificar deixo aqui as duas que me parecem as mais importantes e que ajudam a ilustrar o que pretendo.

Em primeiro lugar é necessário ter uma página dedicada às palavras chave (palavras que escrevemos na pesquisa) que pretendemos aparecer. Essa página deverá ter pelo menos 400 palavras dedicadas ao tema e ser uma boa fonte de informação sobre o mesmo.

Em segundo lugar, e bastante mais difícil, conseguir que outros sites façam links para essa página (links são aquelas palavras sublinhadas que encontramos na internet e que clicamos para visitar outra página). Na maioria dos casos se uma página tem mais links que outra com o mesmo tema, a que tem mais links aparece em primeiro lugar.

Agora nem todos os links são iguais. Um link do Jornal Público “vale” mais do que um link do blog do teu primo 🙂 Por isso, um link de uma fonte fiável irá “valer” mais do que 10 de fontes duvidosas.

Isto é uma simplificação e existem dezenas de outros factores que influenciam os resultados do Google mas se conseguires os dois de cima, na maioria dos casos vais conseguir bons resultados.

Como já deu para perceber fazer isto é algo que vai requer bastante tempo e dedicação. Por isso, em primeiro lugar é preciso pensar no valor que podemos retirar do ranking do Google. Felizmente conseguimos fazer isso de uma forma relativamente simples.

Existem diversos estudos que indicam a percentagem média de cliques que um resultado no Google obtém:

  • 1º lugar: 30%
  • 2º lugar: 15%
  • 3º lugar: 10%
  • 4º lugar: 7%
  • 5º lugar: 5%
  • 6º ao 10º lugar: 4%
  • 2ª página: 4%
  • 3ª página: 2%

Estes são valores aproximados de um estudo efectuado em 2014 mas que não devem fugir muito da realidade.

Se visitarmos o Google Adwords (basta ter uma conta Google) conseguimos obter o volume de pesquisas para uma palavra-chave. Por exemplo a palavra-chave “Vinho do Porto” tem neste momento uma média mensal de 2.900 pesquisas. Isto significa que se conseguires aparecer em 5º lugar no Google para essa pesquisa obténs aproximadamente 145 visitas/mês.

E é neste momento que as estatísticas dos teu site são importantes. Se sabes que por cada 100 pessoas que visitam o teu site fazes 1 venda. Isso significa que o 5º lugar para a pesquisa “Vinho do Porto” no Google tem o potencial de gerar entre 1 a 2 vendas/mês. Imaginando que cada venda te dá €5 de lucro, o valor desse 5º lugar é de aproximadamente €10.

Agora resta comparar quem está em 5º lugar (neste caso o Clube de Vinhos) para essa pesquisa e conseguir fazer uma página melhor e mais links do que eles.

Screen Shot 2016-01-26 at 17.16.47

O Open Site Explorer é uma boa fonte para saber mais informações sobre um site.

Screen Shot 2016-01-26 at 17.17.08

Neste caso, o site Clube de Vinhos tem 77 links de 11 domínios e não será impossível de conseguir melhor.

Se pensarmos que este resultado se vai manter por 2 anos, então o valor de 24 meses é de €240. Desta forma, antes de investir tempo e/ou dinheiro para melhorar resultados no Google, podes fazer as contas e ver se é vantajoso.

Se precisares de ajuda, estou em Nuvens.pt!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *